Tradutor

Traduza Agora o Blog Game Over S.S para lê-lo com mais comodidade!
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Ótimos games de Tiro-PT III

Olá galera! Hoje eu não devia postar, mas vou cumprir pra não deixar o Blog sem atualizações. Falarei hoje Sobre Black.

BLACK
O game é muito bom, e os padrões de dificuldade são difíceis de se adaptar: O fácil é muuuito fácil, o Normal é meio difícil, o difícil é bem difícil e o Black OPS, é quase impossível... só disse quase porque já teve quem zerou... tudo bem que eu não passei nem a 2ª missão no Black OPS, mas vamos continuar com o post.
A história do game é básica: conta a história de Keller, um soldado que foi preso após desobedecer inúmeras ordens nos últimos 5 dias e deve colaborar com o governo para salvar sua vida de uma prisão perpétua. Enquanto Keller conta a história, o jogador a revive na pele do soldado.
Mas, o que impressiona no jogo é o alto nível de destruição(não de violência, já explico): quase tudo pode ser explodido, e muitas dessas explosões são muito legais.
O game é em 1ª pessoa, e os gráficos são extremamente realistas, e as cutscenes, sempre antes das missões, são gravadas com atores reais, por isso parcem tanto( e são) realistas.
Os inimigos são meio retardados, as vezes estão a sua frente e não atiram, coisa que não ocorre muito no Black OPS.
Existem muitas armas no jogo, incluindo SMGs, metralhadoras, shotguns e Snipers, e sim, também tem RPGs e magnums, matam com um tiro.
Umas coisas são bem aborrecedoras no game, por exemplo, quando você inicia o game, fica uns dois minutos ouvindo uma música de tragédia, com muitos gritos e explosões(que aliás, são basicamente a trilha sonora do jogo, junto com os tiros e falas dos seus amigos) enquanto numa tela preta aparecem metade dos créditos do game.
Uma coisa realmente chata é o tamanho das fases. Elas são realmente grandes, demora umas duas horas em algumas delas.
Outra coisa irritante são as cutscenes mesmo: sempre são numa sala de interrogatório, em que o interrogador e o soldado conversam.
Para recarregar a vida, o jogador pode utilizar os Health Packs, que enchem mais ou menos a metade da vida do jogador. Também, as vezes, os inimigos Dropam umas bagaças brancas que dão acho um quinto da vida.
O modo de jogo é bom: Jogabilidade ótima, mesmo, mas uma coisa que me aborreceu é que apesar de terem amigos em algumas missões, você é obrigado a abandoná-las e seguir sozinho. Há mutos inimigos, os mais fortes são os que usam as shotguns, ou que vem com escudo e Magnums.
Uma coisa que realmente fez o game perder conceito comigo foi a falta de Sangue. O QUÊ??? SEM SANGUE!? UM GAME DE GUERRA EM QUE OS INIMIGOS NÃO PERDEM SANGUE?? QUE MERDA É ESSA?
Pois é.... sem sangue. estranho, não?? mas há vários outros games nesse estilo. Mas acho que os inimigos são feitos de Mercúrio... Pois se você acerta um tiro neles, algo cinza sai deles, e some no ar... muito estranho mesmo.
Diferente de muitos games em que os inimigos demoram pra morrer, em Black, um headshot(mesmo com pistola) e o inimogo morreu. É... isso é bem legal.
Bem, esse é o fim do post, no próximo post vou falar sobre Killzone

C'YA!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails