Tradutor

Traduza Agora o Blog Game Over S.S para lê-lo com mais comodidade!
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Análise - Metal Gear Solid 3 Snake Eater

Bem, já havia postado sobre esse game, foi o primeiro post do Blog, mas acho que aquela análise Noob (sinceramente, não sabia postar direito ainda) que fiz. Um game assim, AWESOME!!, realmente merece mais espaço do que o que foi dedicado à ele. Pois bem, vamos parar de perder tempo.
Ficha: Metal Gear Solid 3 : Snake Eater

Produtora: Konami

Ano de Lançamento : 2004

Plataforma: Exclusivo PS2

Bem, esse é o melhor game de tiro e espionagem que já joguei, e sim, isso é um comentário digno de nota. Ele se passa na época da Guerra Fria, que aconteceu na Russia, e o ame se passa em 1960.
Jack é um agente da agência de Espionagem FOX, dos Estados Unidos, e é imcumbido de entrar em território russo para salvar Sokolov, um cara super inteligente que tinha projetos para uma arma destruidora. Bem, Jack, que recebe o codinome de Snake, consegue retirar ele da espécie de prisão, e vai voltando para a área de extração, onde iria embora com o refém tranquilamente. Mas... porque todo bom game tem que ter um mas, quando estava voltando... Pois é... The Boss aparece. Se você nunca jogou, esse nome não diz nada a você, mas se você zerar o game, ou ao menos entender a história, saberá que The Boss ensinou a Snake tudo o que ele sabia, incluindo a incrível técnica de luta chamada CQC, Close Quarters Combat(Combate corpo - a - corpo). Bem, ela traz uma bomba super poderosa(Que se você acessar o Demo Theater, pode ver ela explodir Snake junto com ela mesma e todo o grupo) que Snake não fazia ideia de pra que ela iria usar.
Achando que ela iria o ajudar, Snake inicia a conversa, mas The Boss se mostra como inimiga, a nesse ponto, chega Volgin, com sua equipe formada por pessoas das mais estranhas, como um Sniper de 100 anos e um cara que controla abelhas, entre outras pérolas. Então The Boss tenta fazer Snake se unir aos Cobras, e óbvio ele nega, fazendo The Boss arremessar ele de cima da ponte onde estavam. Ele fica gravemente ferido, mas não morre, e fica jurando vingança. A bomba, serve para explodir uma base inimiga.
Os reforços chegam, salvam Snake, que depois de se recuperar, acaba entrando em uma outra missão, que é denominada Snake Eater. No fim das contas, ele não devia apenas resgatar Sokolov, mas também impedir a criação do Shagohod, uma arma de guerra aniquiladora, que seguindo os planos de Volgin iria ser produzida em massa.
Pra contar o fim, ele mata todos os integrantes dos Cobras(Incluem na ordem: Ocelot[major do GRU, um grupo de guerra russo], The Pain, o mestre de abelhas, The Fear, um cara que ais parece uma aranha, The End, um sniper com uns 100 anos de vida, The Sorrow, um fantasma, The Fury, um cara com tanques de fogo, Volgin, que tem uma descarga elétrica, e The Boss, que desmonta suas armas e usa o CQC) e acaba se salvando. Mas, no caminho, é preso, torturado, perde um olho, passa por muitos soldados, uma cavaerna, por florestas e bases inimigas. E... ah! Um personagem importante não foi citado: EVA, uma "amiga"de Snake que acaba se mostrando uma espiã inimiga que se apaixonara por ele e não conseguira matá-lo.
Bem, essa história é envolvente e muito legal, qualquer um acaba se surpreendendo.
A jogabilidade, bem, você estranha no começo, pois o X faz você voltar, e O é o botão de aceitar, confirmar. Além de que você, para atirar deve apertar R1 e L1(depende da arma, só R1), e para atirar se usa o []. Mas depois, você pega o jeito.
Os gráficos são incríveis, muito detalhados, e as florestas são muito bem desenhadas.
A trilha sonora é boa, os efeitos são ótimos e a música tema(Aqui, pra escutar ela), é incrível.
Existem mistérios, e itens pra coletar, como os Sapos Kerotan, que são 64 sapos espalhados pelo mapa do jogo, com o qual você ganha a camuflagem Stealth, que te deixa invisível. E também, se você coletar todas as comidas do jogo, que variam desde cobras, ratos, morcegos e uma pancada de bichos e até comida instantânea, você ganha a Face Paint(esqueci o nome ¬¬) que dá munição infinita em todas as armas.
Bem, falando em camuflagens, existem muitas delas, que ajudam a se esconder dos inimigos, para nocautear eles enquanto eles estão de costas, usando CQC(que tem muitos modos de luta) ou metendo bala mesmo. Também tem como baixar, via PS2 mesmo, e dizem que elas são legais. As Face Paints são para o rosto, e ajudam também.
Existe o modo expansão Snake Vs. Monkey, que eu não entendo direito como funciona, apenas sei que tem que matar macacos. Também tem o CD 2 que contém duelos, e muito mais.
Armas. Sim, muitas delas, desde facas e pistolas tranquilizantes, até metralhadoras com mira à laser, e lança-mísseis.
A versão Subsistence é diferente, mas pouco, não joguei ainda mas está no plano, dizem que tem mais lugares e mais camuflagens.

Ok, muito mais poderia falar sobre esse game incrível, que tem partes engraçadas, difíceis, estranhas e tudo mais. Então aqui está a nota:

Nota: 10,0

Valeu galera, amanhã posto sobre GTA SA, depois sobre a diferença entre PES e Fifa.

C'YA!!

Um comentário:

Related Posts with Thumbnails