Tradutor

Traduza Agora o Blog Game Over S.S para lê-lo com mais comodidade!
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Análise Ben 10 the Protector of Earth

Já que o Sux resolveu postar a Análise e os mistérios do GTA SA, resolvi então fazer uma análise de um game que apesar de ter gráficos ruins, ser meio bem que bastante curto(O.o) e não ter alguns persoagens que seriam úteis, resolvi falar sobre ele assim mesmo.
Ficha: Ben 10 - Protector of Earth

Produtora: High Voltage Software

Ano de Lançamento: 2007

Plataforma: PS2, PSP, DS, Wii

Pois bem, a história do Ben 10 é simples: um relógio super poderoso cai do céu, e nele está o DNA de 10 aliens de todo o universo. O portador pode se transformar em qualquer alien, dando à ele poderes incríveis.

Pois bem, nesse game, você encarna Ben Tennysson e tem a missão de salvar o planeta do vilão Vilgax. Usando o relógio você se transforma em 5 aliens, que se desbloqueiam durante o jogo: Quatro Braços e Chama(você já começa podendo usar esses dois), XLR8, Bala de Canhão e a Vina Selvagem. O que achei sem graça, é que poderiam haver mais personagens, como o Diamante que seria muitíssimo útil. Também a besta, ou o fantasmático, que seria legal.

Prometo que se um dia virar produtor lanço um jogo com todos esses personagens...
O jogo é bem curto, mas muda de cenário diversas vezes. Você passa por todas as áreas dos EUA, sendo o país dividido em 5 partes. Em cada uma delas, existem 5 missôes(fora a última, em que são 4): 3 de progress, você avança pelo cenário, até chegar ao fim da fase, 1 Boss, em que você só precisa matar o chefão, e mais 1 Arena, onde você tem que massacrar muitos inimigos. Para cada distrito que você passa, também há uma fase especial, que varia muito entre cada um.

Em cada fase existe um Rank, para tirar rank A você tem que ser muito rápido. Se você tirar um A, desbloqueia um Extra, assim como se você achar as Cartas Sumô que estão em cada fase são 3 em cada.
Os Bosses são legais, apesar de poucos. Além de Um robô dos cavaleiros eternos, uma planta carnívora, o Dr. Animal e o próprio Vilgax, há ainda algumas fases de Progress que têm bosses.

Pois é, mas pelo menos a variedade dos inimigos é boa. Variam bastante, desde soldados fracos, até aqueles lobos e múmias, também umas espécies de pássaros e soldados bem fortes.

Para ajudar, existe uma grande variedade de combos, que destroem os inimigos. Cada alien tem seus próprios, que você desbloqueia durante o jogo. Mas não pense que você fica transformado o tempo todo: para isso você precisa encontrar um Cristal, mas enquanto não possui ele, você deve sofrer, pois é destransformado mais rápido ao usar combos, e o relógio demora um pouco para recarregar novamente.
Os gráficos são bem básicos, ao mesmo estilo do desenho animado. Mas pelo menos eles não são bugados e cheios de texturas ruins como o GTA. A visão em 3 pessoa com câmera que acompanha você. Os efeitos sonoros são pobres e a músoca de fundo bem enjoativa.

Apesar da nota baixa que esse game vai ganhar, eu perdi muitas horas para zerar ele.

Nota: 8,0

C'YA!!!

2 comentários:

  1. Legal o post, eu ja zerei o jogo é legalzinho mas é meio injuativo.
    eu estava imaginando... seria muito legal um remasterizaçao de todos os final fantasys pra PS3 em 3 volumes, excluindo os 2 games online. Nao tem nada a ver com o post mas seria legal xD

    ResponderExcluir
  2. Hehehe verdade,depois de um tempo o jogo fica repetitivo...

    O FF, bem seria uam boa ideia, apesar de nao ter nada a ver com o post...

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails