Tradutor

Traduza Agora o Blog Game Over S.S para lê-lo com mais comodidade!
English French German Spain Italian Dutch Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quarta-feira, 30 de março de 2011

Henge no ZX

Bem, já tinha postado sobre isso num outro blog, que fiz só pra ele. Mas essa ideia de Mangá feitas pelo Sux e eu não deu certo antigamente, e agora tento ressucitar ele. Bem, espero que gostem dessas histórias, se gostarem, começo o segundo capítulo. Aberto a sugestões, críticas, parabenizações, enfim tudo que possa me ajudar a colocar isso em prática. Está aqui, então se estiver bom, comentem, se não, comentem também... =P GO?

1º Episódio - Changing the Destiny

13 de Fevereiro, Tókio, Japão.

Aquela era uma cena já vista muitas vezes por Sakura. Ela não sabia de onde vinha, porém já sonhara com isso incontáveis vezes. No seu sonho, três pessoas, uma mulher de cabelos roxos e longos presos num coque, um homem alto, magro e loiro, que usava uma bandana, e outro homem alto e que tinha cabelos muito negros, e possuía uma cicatriz horripilante, que ia desde o meio de sua testa até a parte inferior de sua bochecha esquerda. Eles estavam em uma casa muito bem mobiliada, com várias poltronas e cadeiras. Eles guardavam objetos com muito cuidado dentro de baús, cinzas e roxos. Porém Sakura não sabia o que eram. De repente a porta explodia e...

O despertador avisava: já eram 6 horas e Sakura tinha que levantar, pois era o primeiro dia de escola. A linda e sensível garota, de olhos e cabelos roxos levantava e se vestia. Aparentemente normal, a garota era extremamente inteligente, tinha 13 anos, somente uma chave de lembrança dos pais, que morreram num estranho incêndio em sua casa. Sakura se perguntava todos os dias como acabaria o sonho depois da explosão, pois ela nunca descobrira. Após arrumar seu material, a garota cruzava a rua em direção à escola.

Mas seu sossego não durou muito. Como já esperava, no meio do caminho, topou com Taokey e Kinomoto, dois amigos inseparáveis, que viviam incomodando a garota.

_ Ah, Kinomoto, será que a princesa dos olhos roxos teve outro pesadelo? - desdenhou Taokey, rindo – acho que ela deve ter traumas porque os pais idiotas que ela tinha morreram antes de poderem dar boa noite pra ela! – continuou rindo exageradamente alto.

Sakura congelou. Ela sempre aturava as brincadeiras irritantes de Taokey, sem ao menos conseguir imaginar como ele sabia dos sonhos, mas dessa vez ele tinha ido longe demais. Sakura atravessou a rua na direção dos garotos, que, de tanta risada que davam, nem perceberam a garota.

_Presente para você, Taokey! _ disse, e em um segundo... PAF!

A mão de Sakura ficou estampada no rosto de Taokey que parara de rir e agora começava a encher os olhos de lágrimas.

_Isso é pra você aprender a não falar dos meus pais sem saber quem eles foram! – berrou Sakura, também à beira das lágrimas.]

Taokey pareceu abobado. Não se mexia, tampouco falava nada. Porém o acesso de fúria veio logo.

_Sua ... _ disse Taokey, correndo para alcançar a garota.

_Ei, cara! Ela não vale a pena! Fica calmo! – disse Kinomoto tentando segurar Taokey, que se debatia enfurecidamente.

Taokey se controlou e engoliu o tapa que havia levado. Ele sabia que tinha ido longe demais, porém, por nada no mundo ele admitiria isso.

Na escola, tudo correu normalmente, com exceção de um tumulto na hora da saída.

Um grande número de alunos fazia uma roda ao redor de duas pessoas que discutiam descontroladamente. Sakura de longe, não ouvia nada, mas quando chegou perto pode ouvir a voz de Taokey e Kinomoto, que brigavam, pois Kinomoto tentava convencer o amigo de que ele merecera o tapa. Segundos depois, professores chegaram e separaram os alunos. O tumulto cessou e todos foram embora.

Na sua rota comum, Sakura foi embora tranquila, imaginando que, se agora Taokey parasse de falar com Kinomoto, poderia ser o fim das irritantes brincadeiras dos ex-amigos.

Sakura ficou em seus pensamentos até perceber que Taokey passava ao seu lado. O garoto estava vermelho, e nem ligou para Sakura. Uma tempestade se aproximava, dando fortes trovões, o que fez Sakura pensar “Vai chover, já que o Taokey me viu e não fez nenhuma brincadeira...”. Os pensamentos de Sakura foram longe, para seu dever de matemática, enquanto ela memorizava o que aprendeu na última aula, mas de repente um raio roxo, fortíssimo a ponto de deixar tonto, caiu muito perto de onde se encontravam os dois. Sakura, e Taokey, ainda de cara amarrada, caíram para trás.

Sakura se levantou ainda tonta e olhou ao redor, viu uma cratera feita pelo raio. Lá no chão estava um baú cinza e roxo. Sakura ficou aterrorizada, e chegou mais perto. Aquele era o mesmíssimo baú do seu sonho!

Sem entender como aquilo estava ali, ela correu enquanto Taokey observava de longe o baú, com uma cara levemente arrepiada.

Ela chegou perto. Na parte de cima do baú havia estampado um pentagrama. Ela tentou abri-lo, mas não conseguiu. Então lembrou-se de sua chave, que aparentemente não tinha utilidade, e que a garota levava pendurada numa corrente.

Desesperada e tremendo muito, Sakura pegou a chave, enquanto Taokey chegava com uma expressão assustada no rosto.

_ Sakura que droga é essa? – disse ele, abobado.

_ Não sei! – gritou Sakura, ainda tentando colocar a chave na fechadura do baú.

A chave encaixou. Ela estremeceu da cabeça aos pés, e girou a chave. Com um estalo, o baú se destrancou. Ela levantou a tampa e olhou dentro dele. Lá se encontravam dois objetos, lindos e brilhantes. Um era um colar negro no qual se encontrava um pentagrama pequeno, com cerca de cinco centímetros de diâmetro. Ele era prateado, com as linhas roxas. O outro, também um colar negro ,tinha pendurado uma adaga muito pequena, de três centímetros de comprimento.

Sakura pegou os dois colares e os mostrou a Taokey dizendo:

_ Olha pra isso! É incrível! – disse a garota sorridente, sem lembrar-se dos acontecimentos daquela manhã.

_ Nossa... São muito bonitos mesmo - disse ele pegando o colar da adaga.

Os dois contemplaram os colares e depois de algum tempo puseram-nos no pescoço. No mesmo instante, eles sentiram um calor, seus corpos pareciam queimar e, pareciam que naquele momento eles eram capazes de realizar qualquer coisa.

_AAAHHHH! – gritou Taokey –V... vo... você... Você tem orelhas!! E um rabo peludo!

_ Taokey, seu burro, todos nos temos orelhas... –disse ela olhando para baixo – e... rabo peludo ?! – ela olhou para Taokey – Ahh! Você é um... Macaco amarelo com chifres!! – disse a garota horrorizada – o que foi que aconteceu conosco? Foram esses col... – a garota levou a mão à cabeça – hm?! Eu tenho orelhas de gato!!

_ Foi isso que eu quis dizer com “você tem orelhas”...

_ E... O que é isso nas suas costas?

_ Deixe-me ver... – ele pegou a espada que estava em suas costas – Uma espada! Legal! – Ele olhou para as costas da garota – E... Você também tem uma...

Sakura pegou a espada. Era linda, prateada com a parte do meio roxa, e a parte que unia o cabo e a lâmina se tinha uma espécie de rosa-dos-ventos com um pentagrama no meio. A de Taokey era prateada com o meio preto e tinha um estranho monstro com rosto de lula esculpido na parte que unia o cabo à lâmina.

Eles estavam abobados com as novidades e com os itens novos quando, com um barulho ensurdecedor, surgiram buracos negros do chão, e deles saíram monstros horrendos.

Eram impressionantes, e nenhum deles nunca vira nada igual. Eles tinham cabeças de lobo negras, com dentes pontiagudos, asas de morcego escuras e gigantes, que seguravam espadas, e seu corpo se assemelhava ao de um cavalo.

Sakura e Taokey se encararam e sem mais perder tempo foram para a batalha, imaginando se aquilo era um sonho ou algum tipo de teste.

A batalha começara. Os monstros eram muitos, vinham de todas as direções, porém, não eram grandes lutadores. Sakura e Taokey pareciam guerreiros treinados, pois os colares aumentavam a capacidade das pessoas.

A batalha era dura e sangrenta, os monstros deixavam um sangue nojento e azul quando eram mortos ou atingidos. Mas de repente, eis que vários monstros derrubaram Taokey. Ele não podia respirar e seria morto a qualquer instante...

Ele sentiu o medo de morrer e a dor se apoderaram dele. Ele só via um grande bolo, no qual ele estava sendo comprimido. Sakura não o via, pois ela também estava lutando . Ouviu-se um barulho e Taokey viu um monstro levanto a espada, pronto para matá-lo. Aquela seria a última coisa que ele viria, a não ser que...

_Sakura! Ajude-me! - Gritou ,e viu os monstros rirem e debocharem de seu desespero.

Sakura o enxergou e mergulhou para ajudá-lo. Passando pelo mar de monstros e atacando os que sufocavam Taokey, ela conseguiu livrá-lo do aperto em que estava. Ele se levantou e agradeceu-a com um olhar, voltando suas atenções à batalha.

Mais decididos e motivados do que nunca, venceram os monstros, que bateram em retirada ao verem que não tinham chance em vencer a batalha.

_ OK, isso não aconteceu. Não comente com ninguém – ordenou Sakura, voltando a forma normal e indo embora sem dizer mais nada.

_ Sakura! Espere! Ah... Que droga... Vai entender as garotas...


Pois é, acho que vão demorar pra ler, mas eu acho que vale a pena! Comentem!

C'YA!

5 comentários:

  1. Olha cara,até que não ficou ruim,mas ficou MUITO viajado,Tipo até encaro um raio cair tão próximo de alguem sem acontecer alguma fatalidade, considero isso até como um irrealismo agradável,mas:
    "...Eles tinham cabeças de lobo negras, com dentes pontiagudos, asas de morcego escuras e gigantes, que seguravam espadas, e seu corpo se assemelhava ao de um cavalo..." ?????????????????????????????????????????????hã??? sério, acho que ficaria melhor eles não sofressem nenhuma transmutação,isso sem contar detalhes que estragam QUALQUER anime que prefiro não mencionar.

    ResponderExcluir
  2. Eu gosto das viagens mas quando o Sux e o Saux vão aparecer? :D

    ResponderExcluir
  3. Sux vai ensinar Taokey a virar Super Sayajin \o

    ResponderExcluir
  4. kkkkkk aí também é palhaçada,se vcs vão aparecer e forem transmutados tipo corpo de cachorro e cabeça de passaro eu vou rir mto.
    Apropósito sux ja olhou a lateral do blog?
    "Bem-Vindo ao Blog Game Over S.S. Version 3!!
    Aqui no Blog Game Over S.S. Version 3 você acha inúmeras análises sobre..."

    version 3?

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails